Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 12 de abril de 2008

BRILHANTE CONCLUSÃO...


A Presidência é uma instituição e as pessoas têm que aprender a respeitá-la", afirmou hoje Lula,

RESPOSTA

O APEDEUTA JU (RA) MENTADO - esquece como sempre, o ditado popular - 'quando os que mandam perdem a VERGONHA, os que obedecem perdem o RESPEITO'.

E - haja critinismo político - como disse o 'profeta do catastrotofismo social' Karl Marx.

por PROF RIVADAVIA ROSA

PENSAMENTO...

"O socialista é um homem que se preparou a vida inteira para morrer
por uma causa, e a causa morreu antes dele".


Rodrigo Pedroso
por Gracias

MINISTÉRIO DA SAÚDE!

MAPA PROVISÓRIO DE DENGUE NO BRASIL

O avanço da dengue

Entenda como o mosquito transmite a doença

e confira o número de casos em cada Estado


Clique AQUI!

Ex-Blog do Cesar Maia - 11/04/2008

Ora....são tão parecidos, não?


“A Constituição só fixa o terreno onde a luta se desenvolve, não o seu fim. Entramos nas instituições previstas pela lei e faremos assim de nosso partido o fator decisivo. Mas quando tivermos constitucionalmente tal direito, daremos ao Estado a forma que julgamos a boa”.

(Adolf Hitler citado por E. Calic: Hitler sans masque, entretiens Hitler- Breiting).


“Não achamos que Parlamento é um fim, ele é um meio. E vamos tentar utilizá-lo até onde for possível. Na medida em que a gente perceber que pela via parlamentar, pela via puramente eleitoral, você não conseguirá o poder, eu assumo a responsabilidade de dizer à classe trabalhadora que ela tem que procurar outra via”

(Lula, Entrevista à Folha de São Paulo, dezembro de 1985).
por Gracias

Até quando a América Latina resistirá?

Economist

Até agora a contração do crédito nos EUA teve poucos efeitos na região, e com as commodities em alta alguns países até aceleraram o crescimento. Mas as tensões estão começando a surgir.


A economia da América Latina vive sua melhor fase desde a década de 1960.

Desde 2004 a média do crescimento econômico é de mais de 5% ao ano. A inflação está sob controle, o investimento direto está batendo recordes e a conta corrente da região vem apresentando excedentes, assim como os balanços fiscais.

Mas a alta dos preços de energia e alimentos está começando a pressionar as metas de inflação dos países latino-americanos, assim como suas políticas de câmbio flexível.
Países como Chile e Colômbia não cumpriram seus objetivos inflacionários.

A Economist destaca que, no Brasil, o Banco Central deve aumentar a taxa de juros na semana que vem, pondo fim a três anos de alívio monetário e possivelmente colocando os exportadores em dificuldades exatamente no momento em que o saldo em conta corrente está diminuindo.

A previsão mais otimista é que uma ligeira recessão nos EUA e uma desaceleração da economia mundial reduzirá o crescimento da América Latina este ano em um ponto, para 4,5%.

E o FMI lambe a cria.

Nunca na história deste Fundo um país foi tão dócil e aplicado com o dever de casa.

O Estadão, defensor dos poderosos da paulicéia, também aplaude.

Leia o editorial.

Homer Simpson somos nós

Mercado livre e um empurrãozinho para conduzir o consumidor às melhores escolhas: assim funciona o paternalismo liberal...
enviado por Gracias
Em Praga, Lula nega sinal verde a aumento dos juros
Em Haia, presidente dissera que redução ou manutenção
não traria transtorno ao país

Durante uma visita a Praga, na República Tcheca, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desmentiu notícias na imprensa brasileira de que teria dado sinal verde para um aumento da taxa de juros.

"Quem acha isso (que teria autorizado o aumento) está doido", afirmou o presidente, ao ser abordado por jornalistas brasileiros na ponte Carlos, durante um passeio pela capital tcheca.

Lula disse que foi mal-interpretado por jornalistas no dia anterior, quando declarou que "não será nem a redução de 0,25 (ponto percentual) nem a manutenção (dos juros) em 11,25 nem o aumento de 0,25 que trará qualquer transtorno à economia brasileira."

Ainda na sexta-feira, em Haia, na Holanda, Lula disse que alta dos juros é uma decisão que cabe ao Banco Central. Na próxima terça e na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne para decidir se aumenta ou não os juros.

G1

O TERCEIRO MANDATO É INEVITÁVEL

A DITADURA DO PROLETARIADO ESTÁ CHEGANDO

Todas as classes sociais estão sendo corrompidas para permitir a perpetuação do petismo. Depois da vitória do suborno dos esclarecidos, do corporativismo sórdido entre os podres Poderes da República, e do assistencialismo populista em todas as frentes sociais, virá a ditadura do proletariado controlada por uma burguesia estatal corrupta, prevaricadora e genocida.

De um canalha da política prostituta da pior espécie:

“... todos podem mentir neste país, menos eu."

O cenário está pronto.

O Brasil está na fronteira de tornar-se um país dominado pela ditadura do petismo que suborna todas as classes sociais para levar avante o seu projeto de poder perpétuo.

O veto do presidente ao controle das contas dos sindicatos é apenas mais uma evidência do derrame de dinheiro que assistiremos no processo de reeleição do petismo como controlador do país, seja com a descarada tentativa de reeleição do presidente, ou da condução ao cargo, por mais um grotesco estelionato eleitoral, de um pau mandado do petismo, seja ele quem for.

Os sinais da proximidade da ditadura do proletariado são evidentes; somente os capuzes da ignorância, da covardia ou da cumplicidade com a destruição da democracia, podem impedir que os cidadãos esclarecidos percebam a desgraça do “socialismo” petista preparando o golpe final para o absoluto controle dos poderes públicos do país, fazendo a oposição ficar totalmente impotente para o exercício do contraditório da democracia.

- a imoral e ilícita proteção do poder executivo através da proibição do acesso aos seus gastos através dos cartões corporativos com a justificativa canalha da segurança do presidente e de sua “família” – segurança para impedir que a sociedade tome conhecimento do que os antigos defensores da ética e da moralidade pública estão fazendo com o dinheiro público;

- a irreversibilidade do domínio do poder público e de empresas estatais por milhares de militantes do petismo, sem uma dura intervenção da sociedade, para impedir que se transformem as instituições públicas e empresas estatais, de forma definitiva, em covis de corruptos, ladrões e prevaricadores;

- a desqualificação moral e operacional das Forças Armadas como defensoras da liberdade e da democracia perante o domínio dos comunistas;

- a perda de nossa soberania, com nossas fronteiras expostas aos interesses dos acordos entre os países do “bloco socialista” na América do Sul;

- a devastação da Amazônia e a crescente invasão de propriedades privadas pelas tropas de choques dos sem-terra ou sem nada, tropas de choque do petismo para uma primeira resistência à insatisfação da sociedade com o avanço comunista;

- a decretação de soberania indígena em áreas de fronteira do território nacional possibilitando a invasão do país por forças revolucionárias aliadas do petismo;

- o relativismo do Poder Judiciário servindo aos interesses do poder executivo;

- o corporativismo corrupto e prevaricador dos podres Poderes da República protegendo o presidente e suas “gangs dos quarentas”;

- a cooptação das forças policiais civis, federais e militares como “tropa de choque” do petismo e que agem como agentes controladores dos movimentos contrários ao domínio do nacional socialismo petista;

- o entreguismo político, a covardia, a apatia e o suborno dos esclarecidos, incluindo milhares de “anistiados” esclarecidos que estão vendendo suas almas ao “socialismo petista” como contrapartida de pensões vitalícias e indenizações milionárias;

- a prostituição da política como meio preferencial de preservação do poder;

- o aliciamento político das organizações sindicais e estudantis;

- a utilização de organizações não governamentais no desvio de recursos para as bases da revolução petista;

- o corporativismo das relações públicas e privadas protegendo a fraude e o ilícito dos cúmplices do socialismo petista;

- a ostensiva e grotesca prevaricação dentro das instituições públicas municipais, estaduais e federais;

- o caos da educação como uma realidade quase irreversível, com o país na rabeira do desempenho educacional, conforme avaliações no ensino fundamental, médio e superior, este já sendo tomado de assalto pelos cotistas que são jogados de pára-quedas nas universidades e prometem fazer da academia um ninho de alunos corporativistas protegidos pelo desgoverno petista;

- os métodos de política assistencialista populista e segregadora, em todas as frentes sociais, não param de serem incentivados pelo “socialismo” petista incentivando a luta de classes e comprometendo a unidade nacional e,

- estabilidade econômica fundamentada no endividamento público, no domínio do Sistema Financeiro avalista do “socialismo petista” e grande beneficiário da desgraça do país, no endividamento progressivo dos cidadãos, e na limitação do consumo interno através de uma política escorchante de juros, sacrificando a sociedade em nome da acumulação de reservas internacionais.

A destituição do presidente Collor perante o que está acontecendo no país foi uma verdadeira piada. Não que o ex-presidente merecesse ficar no poder, mas porque o que tem acontecido no desgoverno Lulla faz os desvios de conduta “colorida” parecer brincadeiras de crianças levadas.

A hipocrisia no país chegou ao auge do estado da arte.

Enquanto estudantes pedem a destituição do reitor da UNB pela utilização indevida de recursos públicos não se assiste nenhuma manifestação desses mesmos estudantes aliciados pelo populismo petista para exigir a abertura do “banco de dados” dos cartões corporativos do poder executivo.

O jeito de ser do comunismo hediondo já toma conta da postura da universidade pública no país envolvendo a academia e seus estudantes que antigamente saíam às ruas pedindo a destituição de corruptos com suas hipócritas caras pintadas;

Canalhices políticas tipo o que a Casa Civil fez com a preparação do banco de dados do desgoverno FHC já não incomodam ninguém, nem a hipocrisia da investigação de quem vazou as informações para a imprensa; ser ex-ladrão/ladra de cofres particulares, por exemplo, também, não é mais fator de constrangimento para qualquer pessoa ocupar um cargo público e ficar falando grosso como se fosse o mais ético/ética pessoa do mundo.

O que todos esses canalhas e hipócritas não entendem é que no dia em que a Justiça for definitivamente desacreditada e o mérito do trabalho e do estudo ficar refém do corporativismo corrupto e sórdido, o terrorismo assassino passará a ser o recurso final daqueles que não enxergam mais solução para o domínio do poder público por ladrões, corruptos e prevaricadores.

Por enquanto a luta armada pela retomada da democracia, da justiça e da liberdade não tem espaço no país; faltam homens e mulheres com H e M maiúsculos, civis e militares, suficientes para salvar a nossa pátria do domínio do “socialismo petista”.

Contudo, a história nos ensina que no meio dos covardes e traidores das nações sempre aparecerão grupos que se unem para colocar no paredão da vergonha os canalhas que fomentam a luta de classes para garantia a perpetuação do poder pelo poder para preservar o ilícito e o fraudulento das minorias detentoras do controle das oligarquias políticas sórdidas, que se revezam no controle do Estado e fazem os contribuintes de palhaços e imbecis reféns do individualismo, do egoísmo e da soberba das elites dirigentes.

Fragmentos de um texto de Nostradamus divulgados na Internet. Verdadeiro ou não, qualquer semelhança não é mera coincidência:

“e próximo do terceiro milênio uma besta barbuda descerá triunfante sobre um condado do hemisfério sul; espalhando desgraça e a miséria.”

“Será reconhecido por não possuir seus membros superiores totalmente completos.”

“Trará com ele uma horda que dominará e exterminará as aves bicudas; e implantará a barbárie por muitas datas sobre um povo tolo e leviano.”

Geraldo Almendra
12/abril/2008

Acredite, se quiser...

Lula em Pernambuco?

Na conversa que teve na semana passada com a bancada do PTD no Senado, Lula disse a Cristovam Buarque, em tom meio de brincadeira, meio a sério, que quer morar em Pernambuco quando acabar seu governo.

"Olha, se eu convencer a Marisa, vou morar em Pernambuco", disse Lula.

"Não na praia, mas num sítio." Será?

Diogo Mainardi: É Créu neles! É Créu nelas!

"Para proteger a imagem de Lula, todas as maiores figuras do PT foram sacrificadas. E as menores também.

Dou um conselho aos mais aflitos:
pendurem na parede uma fotografia do primeiro ministério lulista, de 2003.
A mortalidade entre seus membros foi maior do que a do politburo de Stalin"

Dilma Rousseff encolheu.

Sua candidatura presidencial durou menos de duas semanas.

Foi logo ceifada pelo bando de José Dirceu.

Ou pelo bando de Marta Suplicy.

Ou por seu próprio bando.

Eu, que defendia ardorosamente a candidatura da princesinha do Créu, terei de escolher outro nome do PT.

Qualquer um é pior do que ela.

Qualquer um tem mais chance de ser eleito.

Consciência é apenas uma palavra que os covardes usam.

O ministro da Justiça não vê problema em montar banco de dados contra adversários...

Erenice Guerra foi apontada como a
mentora do dossiê contra o ex-presidente
FHC, mas Tarso Genro diz que só
é criminoso quem vazou

Aqui na Veja!

IDÉIA FIXA: Devanir Ribeiro, deputado petista e íntimo de Lula: se o presidente já disse que não quer, por que será que o amigo insiste?


deputado muy amigo de Lula

Devanir revelou que vai propor – nesta semana, segundo ele – um mandato de cinco anos para todos os cargos eletivos, de vereador a presidente da República.

Ao mesmo tempo, quer aprovar a unificação do pleito para que todos os cargos sejam disputados de uma vez a cada cinco anos. Para que essa coincidência de datas ocorra, o deputado vai propor que o atual mandato de Lula, dos governadores, senadores, deputados federais e estaduais seja ampliado para mais dois anos.

"Aí teríamos uma eleição única em 2012. A partir daí, todos os políticos teriam mandato de cinco anos. É uma proposta coerente, que traz economia de recursos ao reduzir o número de eleições", disse Devanir.

Resumindo: pela proposta do deputado muy amigo, Lula, de imediato, já ganharia mais dois anos de mandato. Se o plano der inteiramente certo, o presidente ainda poderá se candidatar em 2012 a mais cinco anos de mandato.

Não seria re-reeleição, mas uma eleição baseada em "novas regras".

Ou seja, o projeto de Devanir daria ao presidente a chance de ficar quinze anos seguidos no poder.

Na história republicana, ele se igualaria ao ditador Getúlio Vargas, que comandou o Brasil por quinze anos seguidos.

"Lula não tem por que ser contra. O que vou propor agora não é plebiscito nem terceiro mandato",
devaneia Devanir.

O plebiscito imaginado pelos petistas e ancorado na alta popularidade de Lula seria destinado a torpedear a democracia representativa e, por tabela, uma de suas pedras angulares: a alternância no poder.

http://veja.abril.uol.com.br/160408/p_056.shtml

Isto é golpeeeeeeee!

A idéia de um terceiro mandato consecutivo para Lula volta a circular em Brasília...

O presidente já disse que isso é brincar com a democracia. Mas, pelo jeito seus amigos e aliados precisam receber dele uma mensagem ainda mais enfática.


TENTAÇÃO MESSIÂNICA

Lula diante dos espectros de Fidel e Chávez: para a esquerda, a chegada ao poder é o fim da história. Então, por que deixá-lo?

É uma idéia estapafúrdia que, volta e meia, reaparece no noticiário político, oriunda do baú dos ideólogos da esquerda marxista e dos parlamentares fisiologistas de qualquer espectro – a de mudar a Constituição brasileira e permitir que o presidente Lula possa concorrer a um terceiro mandato em 2010.

Na visão obtusa e esquemática dos ideólogos, a justificativa é que a chegada de um ex-operário ao Planalto representaria o "fim da história", com o povo instalado no poder, e, então, para que fazer eleições?

É Lula lá até quando a biologia permitir...

Nessa visão, a saída de Lula significaria, assim, um retrocesso na marcha para o socialismo, sendo o terceiro mandato apenas uma etapa para, se tudo der certo, a manutenção vitalícia do companheiro na Presidência da República Popular do Brasil.

Na visão igualmente obtusa, mas pragmática, dos fisiologistas, dar ao presidente a possibilidade de ter mais um mandato consecutivo seria a forma de esticar a boquinha que eles e seus apadrinhados têm no atual governo.

Boquinha, não, bocarra.

Há, pelo menos, 10 000 petistas em cargos de confiança na administração federal. B

Roberto Stuckert Filho/Ag. O Globo
UÍSQUE E CANAPÉS
Amigos do rei, sindicalistas festejam a manutenção de imposto com coquetel regado a uísque 12 anos: vida longa ao rei


Boa parte deles são pelegos da república sindical – aquela gente que organizou dias atrás um convescote no Salão Negro do Congresso para comemorar o presentão que Lula lhe deu, ao vetar a fiscalização da dinheirama que os brasileiros que pagam impostos entregam aos cofres das centrais sindicais.

"Os dirigentes sindicais, na gestão petista, passaram a ocupar muitos postos-chave do governo", afirma o sociólogo Leôncio Martins Rodrigues.

"Uma vez instalados lá, não pensam mais em voltar para o trabalho na fábrica."

Esse é o caldo principal no qual é cozida a idéia de um terceiro mandato.

Ser dúbio nas questões que dizem respeito a seu futuro político, mesmo que imediato, é uma das marcas registradas de Lula. Ele sempre agiu assim.

Lula pode mudar de idéia se sua continuação no Planalto for "a vontade do povo"?

Devanir esteve com o presidente pelo menos quatro vezes desde que se começou a falar em terceiro mandato. Em nenhuma delas lhe foi pedido que abortasse a proposta.

A primeira foi em 6 de novembro do ano passado, no gabinete de Lula. Além dos dois, estavam presentes o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, e o presidente do PT, Ricardo Berzoini.

Lula perguntou: "Que história é essa de terceiro mandato, Deva?".

Devanir explicou sua proposta.

Lula apenas sorriu e completou:

"É cada uma que me aparece...".

Depois, estiveram juntos no Ano-Novo. Devanir avisou que, no início do ano legislativo, apresentaria a proposta. Já neste ano, o deputado foi uma vez ao gabinete presidencial e outra ao Palácio da Alvorada. Relatou como andava seu projeto. De acordo com o que disse a colegas, Lula jamais pediu que ele desistisse, embora tampouco tenha dado apoio explícito.

"É lógico que se o Lula mandasse eu desistiria", disse o deputado a amigos.
É o velho instinto de Lula de novo em ação.

por Marcelo Carneiro e Otávio Cabral
Revista Veja

Comentário da Net

LULA... o Brasil é feito por muito mais gente do que políticos, como o ilustre presidente, que vem tirando proveito da situação brasileira.

Aliás, presidente, o Senhor também se aproveita dos dias turvos do nosso país...

O problema é que naquele tempo o senhor posava de mocinho...

A aurora chegou... a luz, hoje, expõe... o que é que nos trouxe aquele pau de arara de Garanhuns...!

Adão Nereu Barbosa - JUNDIAI / SP

O enriquecimento do sindicalista Ataide Francisco de Morais é símbolo de um sistema que vive do imposto sindical, mas não presta contas

O negócio dele é criar sindicatos

Os moradores mais antigos da rua Sebastião da Rocha Pita, na periferia de Osasco, na Grande São Paulo, têm poucas lembranças do casal que no fim dos anos 80 ocupava o pequeno sobrado de acabamento precário no número 14.

"Seu Ataide era, assim, meio fechadão", diz um senhor que não tem idéia do paradeiro do casal. "Ele não tinha nem carro", afirma outro.

Naquela época, Ataide trabalhava numa empresa que oferece serviço de alimentação para indústrias, chamada Abela. Uma senhora com lembranças tão imprecisas quanto os demais faz uma revelação definitiva sobre o destino do casal:

"Lembro que a mulher dele, a Cida, costurava nos fundos para ajudar. Ela mudou daqui e depois fiquei sabendo que morreu. É isso. Ela morreu."

Ao contrário do que pensam seus antigos vizinhos, Ataide Francisco de Morais e Maria Aparecida dos Santos Morais estão vivos e bem de saúde. Quem não existe mais são seu Ataide e a dona Cida remediados de duas décadas atrás.

Aquele operário "fechadão", que mantinha uma oficina de costura para sobreviver, é hoje possivelmente o mais rico "líder trabalhador" do país.

Discreto, avesso a fotos e desconhecido na categoria que diz representar (os trabalhadores das empresas de fast-food e refeições industriais), esse paranaense de 58 anos prosperou na última década criando sindicatos e empregando parentes em entidades do gênero.

Virou dirigente da Força Sindical e hoje exibe um padrão de vida impressionante para quem fez carreira como sindicalista operário.
Ele, sua mulher e seu filho, também sindicalista, juntaram um patrimônio que inclui:

• O hotel da foto acima, com 18 suítes, todas de frente para a praia, em Aquiraz, município ao lado de Fortaleza, Ceará. A Pousada Solarium Beira Mar fica num terreno de 1.852 metros quadrados e foi avaliada em R$ 1,5 milhão por um empresário do setor hoteleiro da região.

• Uma casa recém-construída num terreno de 465 metros quadrados num dos mais caros condomínios fechados de Osasco, o Residencial Adalgisa, no Parque dos Príncipes. A casa está entre as maiores do local e, segundo avaliação informal de um corretor, valeria cerca de R$ 1 milhão.

• Uma chácara em Juquitiba, a 70 quilômetros da capital paulista.

• Uma casa de praia em construção num terreno de 750 metros quadrados em Peruíbe, litoral de São Paulo.

• Uma empresa de material de construção que até poucos meses atrás tinha dois endereços perto de Fortaleza.

• Uma franquia recém-vendida da lanchonete Dom Sabor no centro de São Paulo.
Leia aqui.

por Ricardo Mendonça, com Beto Almeida, de Fortaleza

Revista Époc@

Burgueses do capital alheio...!
.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Os belos brincos de d. Marisa na Holanda...


brincos.JPG

Devem ter chamado a atenção da rainha Beatrix, da Holanda, os belos brincos exibidos, quinta-feira, no jantar de gala no palácio real em Haia.

Os pingentes constrastavam com o discreto par de pérolas da rainha, que parecia modesta em sua realeza, exceto pela tiara de praxe.

Os brincos de nossa primeira-dama devem ter sido tirados do fundo do baú ou emprestados para tão especial ocasião, registrada pelo fotógrafo da AP Evert-Jan Daniels.

O gato de mãe Dilma subiu no telhado do Planalto

Superior hierárquico da Polícia Federal, o ministro Tarso Genro (Justiça) desdobra-se, desde o início da semana, para defender uma tese: a confecção de dossiês não constitui crime. O delito, diz ele, se restringe ao vazamento de dados sigilosos.

Já na terça-feira (8), em entrevista à Rádio Gaúcha (ouça), o ministro dizia que dossiê é algo que “um administrador pode ou não fazer, deve ou não fazer, dependendo das circunstancias, por decisão política (...)”.


Nesta sexta-feira (11), o Correio Braziliense traz declarações de um Tarso Genro mais enfático: "Fazer um dossiê não é um ato criminalizável". O crime, ele repisa, está em "vazar documentos e não fazer o dossiê". Leia aqui.
por Josias de Souza

AS CONTAS SECRETAS DE LULA - MAIS DE 11 MILHOES GASTOS ONDE???

Zombando de nós,
por André Petry

O gangsterismo político de montar um dossiê com os gastos do ex-presidente Fernando Henrique e sua mulher só foi possível porque existe a lei do sigilo das despesas presidenciais. E por que os gastos da família presidencial precisam ser secretos?

Por razões de segurança, diz o governo. Além do decreto do sigilo, de 1967, o atual governo, em 2003, editou uma norma reforçando que tais gastos são sigilosos - por razões de segurança. De 2003 para cá, Lula e família gastaram 11,6 milhões de reais e, por razões de segurança, o país não sabe com quê.


Se divulgar tais despesas comprometesse a segurança, a rainha da Inglaterra já teria ido pelos ares numa carruagem-bomba. Em 2002, ano em que Lula venceu a primeira eleição presidencial, a rainha da Inglaterra divulgou seus gastos pela primeira vez.

Disse que passaria a fazê-lo todos os anos como prova de seu comprometimento com a transparência no trato do dinheiro público. Como se sabe, a rainha da Inglaterra não é eleita, nem precisa de votos. Mas precisa de respeito.


Naquele primeiro ano, sua prestação de contas ocupava mais de 160 páginas.
Trazia minúcias. Informava que o gasto com vinho e outras bebidas caíra de 135.000 libras para 97.000. Deliciosamente, explicava que a queda não se devia à redução no consumo, mas à baixa qualidade da safra, o que levou a rainha a reduzir o tamanho da adega.

Em festas no jardim, a rainha gastou 442.000 libras. Em aluguel de tendas para as festas, 5.000 libras menos que no ano anterior, porque trocou as tendas coloridas pelas de uma cor só, que são mais baratas.

Com lavanderia, a família real gastou 61 000 libras. Energia elétrica, 323 000 libras. Telefone, 690 000. Veterinário para os cavalos, 19 000. Aluguel de helicóptero para uma viagem do duque de Kent, 5 278 libras - e mais a explicação de por que o duque foi de helicóptero e não de carro ou trem, que é mais barato.


De 2002 para cá, a divulgação dos gastos da realeza britânica tem sido sempre assim: anual, pública e detalhada. Só não contempla tudo porque exclui - adivinha o quê? - os gastos com segurança. Não se informa nem o montante geral, para não dar pista aos terroristas sobre a dimensão do aparato que protege a família real.

O resto todo, os ingleses ficam sabendo.
Alguns contestam. Os republicanos dizem que o gasto de 2007, de 37,3 milhões de libras, é "fantasia". Alegam que, na verdade, a despesa é quatro vezes maior. Pode ser.
Mas nem monarquistas nem republicanos dizem que divulgar gasto com helicóptero ou vinho ameaça a segurança.


Pode-se alegar que o atual modelo de sustento da família real na Inglaterra foi estabelecido em 1760, no reinado de George III, e que se passaram 250 anos para que se desse publicidade aos gastos.

Mas, se uma velha monarquia é capaz de sintonizar-se com os novos tempos, é razoável que um governo republicano de uma democracia jovem também o seja. A menos que esteja promovendo uma folia com o dinheiro público - ou não queira abrir mão do gangsterismo político.

O resultado é que zombam de nós.

Os brasileiros conhecem o gasto da rainha da Inglaterra com vinho, mas o governo nos diz que não podemos conhecer o gasto de Lula com champanhe - só o de FHC, claro.

Faz-me rir....

Aquela figura lá atrás com um traje vermelho e de chapéu eu ví na TV e não quis acreditar que fosse nossa 1ª dama.

Agora vejo de novo nesta foto e já estou quase convencido e muito assustado.

Será que pagamos por aquela roupa?

Quero minha parte de volta.

Quáquáquáquáquáquáquá!

Vocês já ouviram falar em “BRPP”?

Certamente que não, pois a sigla que designa o “Bloco Regional de Poder Popular” (BRPP) é e deve continuar tão oculta dos debates nacionais quanto foi e continua sendo o Foro de São Paulo, criado pelo ditador Fidel Castro e o sr. Luiz Inácio Lula da Silva, há 16 anos.

Desde dezembro de 2004 o Mídia Sem Máscara vem denunciando a formação deste "bloco", idealizado pelo sociólogo comunista germano-mexicano, Heinz Dieterich, guru do ditador Fidel Castro e assessor de Hugo Chávez.

O conceito deste bloco foi imaginado por Simón Bolívar no sonho de criar uma “Pátria Grande”, com todos os países da América Latina sem fronteiras nacionais.

Desde há dois anos que este sociólogo vem amadurecendo a idéia que começou a tomar forma concreta com a
modificação sofrida pelo MERCOSUL recentemente, de não mais ser apenas um acordo de cooperação “comercial” entre países da América do Sul mas também político, militar, social e cultural entre os países da América Latina e Caribe.

E, para isso, foi admitida a Venezuela como membro efetivo, foram assinados vários acordos com Cuba e já se fala na admissão da Bolívia e Chile como membros.

.............................................

Para garantir o avanço do processo revolucionário regional, quatro elementos centrais foram estabelecidos:

1. Necessidade de suspender o pagamento da dívida externa;

2. Retirada das bases militares norte-americanas dos territórios da Pátria Grande;

3. Estabelecimento de um plano integral, sustentável e ecológico de desenvolvimento da indústria e da agricultura, que utilize racionalmente os recursos naturais da região em função dos interesses dos povos latino-americanos, que deve ficar sob o controle dos trabalhadores da cidade e do campo mas, sobretudo, das populações indígenas;

4. Organização de um plano militar de caráter defensivo integrado regionalmente, para enfrentar a eventual agressão e intervenção militar direta do imperialismo e que deverá estar baseado na concepção da “guerra de todo o povo”. Esse organismo seria denominado Bloco Regional de Poder Militar.
Leia mais.

Graça Salgueiro é editora do blog Notalatina (http://notalatina.blosgpot.com) e do site Mídia Sem Máscara (www.midiasemmascara.org) onde o artigo foi originalmente publicado.

Sem comentários....

14 de julho de 1789

www.sponholz.arq.br


"O reinado imoral e esbanjador de Luiz LI fizera perder ao povo, esmagado por impostos e privado de liberdades, a afeição e o respeito pela realeza.

No dia 4 de julho, o povo tomou Brasília, à viva força, e em 4 de agosto os privilégios feudais foram suprimidos."

Ainda há tempo....

1grandabraço....

Roquespierre

enviado por Paulo Sérgio Loredo

A Anta de Haia...


"Os juros irão aumentar quando for necessário aumentar, e irão cair quando for necessário cair."

"Não há nenhuma razão, a não ser a especulação ou a vontade de as pessoas debaterem, pela imprensa, não há nenhuma razão para nervosismo com a economia brasileira."

"Primeiro, eu desconheço o dossiê. O que nós estávamos fazendo e estamos fazendo é um banco de dados, que ficará pronto daqui a alguns dias, com todas as informações de tantas quantas pessoas tiverem que estar no banco de dados. "

"A oposição não estará amordaçada. E, depois, quem pergunta o que quer, ouve o que não quer."

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva
HAIA, HOLANDA


MEU DEUS!
Onde iremos parar com tanta besteira que o LULA fala?
Ele afirma que se houver inflação, SERÁ INFLAÇÃO BOA !
Ora bolas, em que planeta inflação é boa, acredito que nem em Marte,ou Júpiter.
Até quando teremos que aturar tanta besteira junta ?
Qualquer inflação é boa somente para os VAMPIROS DO POVO.

por TUBARÃO MARTELO
11/04/2008 - 17h 53m


As águas do BRASIL e a corte da HOLANDA...

Na secura do nordeste,
virado mar de sofrimento
sempre renovado,
não é tempo de colheita.
Árido cotidiano, e misérrimo,
passa em lama seu filme trágico.
Rolam vidas,
rolam casas,
patéticas panelas, em águas.
Rolam meninos esquálidos,
rolam sonhos submersos.
Só não rolam os palanques
há muito idos
para brotar
em outras paragens,
de tulipas e canais
que as águas impedem.
Casacas, comidas, luzes,
marisas letícias,
outros mares
em telas de museus
e o gáudio dos felizes
um deles, nordestino
como os afogados,
qual vazio rei e seu trono oco
sobre as águas nem paira
de tão desigual e apartado
de quem acredita
ser por ele representado.
O pai que os afogados querem seu
cega-se das dores
dos filhos que sempre esqueceu.

A RE-REELEIÇÃO E O POVO ...

OS DEMAGOGOS caracterizam-se por sua exclusiva atenção no curto prazo – o que o povo deseja hoje é prometido; quando o humor social muda – eles também mudam; sem projeto de nação, NÃO lhes interessa a próxima geração, mas somente a próxima eleição...

OPERAM COM BASE NA MENTIRA - mentiras deslavadas repetidas – em que a soma de mentiras ou falsidades múltiplas – podem convencer, mas jamais erigir-se à verdade.

PORÉM - o poder midiático – numa reconfiguração goebbeliana sem precedentes tem falseado a verdade, com eficácia e eficiência ‘nunca vista antes’.

A INTENSA PROPAGANDA MIDIÁTICA – pode trazer benefícios para a facção política que está no poder - mas as conseqüências para a democracia e para o futuro do País certamente serão extremamente perversas.

A PERCEPÇÃO ‘REVELADA’ nas pesquisas de opinião pública de que a maioria é favorável ao governante – calam os opositores, quando há oposição, mas seu efeito mais perverso é cegar as mentes, truncar a razão e com a auto afirmação reduzir a manifestação dos oponentes da sociedade civil – criando a sensação de que tudo é permitido ao governante – inclusive contrariar a lógica napoleônica (NAPOLEÃO (Bonaparte) explicou ao seu chanceler – o pragmático e sagaz TALLEYRAN: “Sir, as baionetas servem para muitas coisas, menos para sentar-se sobre elas”) – sob o ‘fundamento’ de que a vox populi, vox dei – a voz do povo é a voz de Deus (la voz del pueblo es la voz de Dios).

FALAM com muita propriedade na Carta Magna – mas é a primeira a ser tripudiada a começar COMPROMISSO de ‘mantê-la, defendê-la e cumpri-la’ não passa de letra morte – embora saibam que é a vontade do povo que está expressa (“Art. 78. O Presidente e o Vice-Presidente da República tomarão posse em sessão do Congresso Nacional, prestando o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil.” Constituição da República Federativa do Brasil).


CONFIRA a que ponto chega o cancro do relativismo político – na mente de um político apegado ao ‘poder pelo poder’.

Abs Rivadavia Rosa

Planalto negocia com a oposição acordo para Dilma dar explicações sobre dossiê

O Palácio do Planalto negocia com a oposição acordo para que a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) dê explicações sobre o dossiê anti-FHC em depoimento na Comissão de Infra-Estrutura do Senado.

Também há tratativas para que funcione só uma CPI dos Cartões, que seria a mista (composta por senadores e deputados). A outra CPI é só do Senado.
Os negociadores do Planalto são o ministro José Múcio (Relações Institucionais) e o líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR). O interlocutor da oposição é o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

Múcio e Guerra se reuniram anteontem. A intenção é reduzir o clima de guerra, sob a avaliação de que governo e oposição podem se desgastar. Guerra enfrenta resistência de parte do PSDB a um entendimento.

"Conversei com o Sérgio Guerra sobre a desnecessidade de duas CPIs. A gente tinha feito um acordo. Ele mostrou disposição para conversar", disse Múcio à Folha. Guerra confirmou o encontro.

Convocada na semana passada para depor na Comissão de Infra-Estrutura a respeito do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), Dilma reagiu com contrariedade à possibilidade de abordar o dossiê.

Agora, foi convencida de que será inevitável tratar do assunto.

A oposição quer que ela vá ao Senado na semana que vem.

KENNEDY ALENCAR e VALDO CRUZ
na Folha
A apuração do vazamento do dossiê com dados sigilosos sobre gastos do governo Fernando Henrique Cardoso deflagrou uma guerra entre grupos na Casa Civil

A guerra está centrada em grupos que, no bastidor, são chamados de "turma do Dirceu" e "turma da Dilma".

Referem-se a funcionários do ex-ministro José Dirceu (2003-2005), substituído na Casa Civil por Dilma, a preferida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sua própria sucessão, em 2010.


Aécio Neves arma aliança com PMDB e PT para neutralizar adversários internos tucanos na sucessão de Lula


PSDB e PMDB (hoje sustentáculo do desgoverno petista) formarão uma parceria para a sucessão do chefão Lula da Silva, nas eleições de 2010, caso não vingue mesmo a tese golpista do terceiro mandato para o atual presidente.

A aproximação entre os tucanos e os sempre governistas do PMDB foi prevista ontem pelo maior interessado nesta aliança: o governador de Minas Gerais, Aécio Neves – que é o candidato da Oligarquia Financeira Internacional (que manda no Brasil porque a gente deixa) para suceder Lula.

O neto de Tancredo Neves também costura apoios na cúpula militar.
A maior vítima da aproximação estratégica de Aécio Neves com o PMDB e PT pode ser o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

O médico, potencial presidenciável tucano, que se cuide contra o “fogo amigo”.

Em São Paulo, onde Geraldo promove sua pré-candidatura a prefeito contra a vontade do governador José Serra, o PT deve fechar uma aliança com o PMDB em torno do nome da ex-prefeita Marta Suplicy.

Os petistas também podem selar um acordo, para um segundo turno, com o atual prefeito e sempre pragmático Gilberto Kassab, do DEM.

Tudo para isolar Geraldo preventivamente, impondo-lhe uma derrota este ano que inviabilizaria seu nome para a corrida de 2010.

Recado...

Senhor José Alencar, já que acredita que Lula tem tanta capacidade, o senhor poderia nomeá-lo presidente das suas empresas, dando a ele todo o poder para decidir.

Vai ser ótimo ver tão preparado administrador trabalhando em seu beneficio.

Mostre que o senhor está bem intencionado e entregue suas empresas a Lula.

_________________________________________

Sabe quem paga a mordomia dos políticos?

É VOCÊ!!
Sabe quem paga a farra dos corruptos?
É VOCÊ!!
________________________________________

por Ester Azoubel

Aqui, ele explica o que se entende por “fato histórico”.

Carlão ensina passo a passo como terminar um namoro de 10 anos!
Vendo outros vídeos, percebe-se que o homem é um astro, amado pelos alunos.

Revoltante...chocante.... Basta Brasil!

Vídeo que está no Youtube.
Nome do arquivo: "11/09- aula carlao história- anglo Tatuí”.
Trata-se, como vocês verão, de uma “aula” sobre os atentados terroristasde 11 de Setembro de 2001 nos Estados Unidos. Leia aqui.
por Reinaldo Azevedo